Para pensar….e para de culpar!

Vou colar aqui um texto da Ana Oliva que acabei de ler e que gostaria de ter lido ha tempos…

TERÇA-FEIRA, 15 DE NOVEMBRO DE 2011

Fantástico…

 
Domingo… Horário Nobre… Rede Globo… Milhões de telespectadores…

Teste do INMETRO (Instituto Nacional de METROLOGIA, QUALIDADE e TECNOLOGIA)…

O INMETRO foi criado com o crescimento da produção industrial e volume de importados, com o objetivo de regulamentar o controle qualitativo dos produtos e serviços através de mecanismos que possibilitassem a análise das características metrológicas, materiais e funcionais dos bens manufaturados, tanto nacionais quanto os produzidos no exterior.

Não há dúvidas que o consumidor tem todo o direito de saber sobre as opções de produtos disponíveis no mercado… Ainda mais hoje, onde encontramos diversas marcas de todo e qualquer produto, com preços que variam de “x” a “10x”…

Esse controle de qualidade e exposição na mídia não é só importante para o consumidor final, mas sim também para os produtores, para as empresas. Essa concorrência “agressiva” e exposição de deficiências faz com que busquem sempre melhorar seu produto. Traz inovação. Desenvolvimento de novas tecnologias, etc…

Então… Que fique bem claro… Não estou questionando aqui o Instituto, ok? De forma alguma!!!

Mas… Não concordo na forma como alguns assuntos são abordados ou expostos na mídia e pela maioria das pessoas.

Voltemos ao “Fantástico”, no último domingo…

33 marcas de tênis… Entre elas, algumas “piratas”…

É realmente “Fantástico” como “o mundo” transfere  responsabilidades…

É uma tendência… Uma tendência natural do ser humano… (filogenética)

Ah! Sim… Como tudo na vida, é sempre mais fácil, mais cômodo jogar a responsabilidade para frente… para terceiros…

Os consumidores têm total direito de saber se o material do produto que estão comprando é bom ou ruim, é funcional ou não!

Se a palmilha é eficiente na absorção do suor quando a temperatura do pé aumenta durante o exercício… ok! (garanto se o teste fosse realizado em Kona, nenhum tênis seria aprovado… rs)

Grau de flexibilidade da sola… ok! (não sei exatamente se era essa a expressão)

Qualidade do tecido… ok!

Leveza… ok! (faz muito sentido!)

Entre vários outros…

Por isso, o teste é válido sim…

Os parâmetros utilizados analisavam a qualidade do material e funcionalidade do produto!

Porém, o que as pessoas têm que entender é que o tênis NÃO é o responsável pelos seus problemas!!!

Você é responsável por você!!!

O problema não está nos tênis… Na verdade, o problema está na BASE…

O INMETRO poderia fazer uma pesquisa nas escolas infantis…

Não estou criticando… Apenas uma opinião…

Gostaria de ressaltar a importância da formação PSICOMOTORA na infância… No papel do educador físico.

Antes dos tênis… Muito antes dos tênis… É preciso educar…

Educar a criança… a andar DESCALÇA!!

A pisar… Na verdade, não deveria ser uma forma de educação… Mas sim algo natural!

Porém, nos dias de hoje, está cada vez mais difícil…

Se está cada vez mais difícil… o desenvolvimento natural do ser humano… (antigamente as crianças subiam em árvores, corriam na grama, andavam descalças na terra, enfim, tinham uma vida bem diferente…) A importância do educador físico torna-se cada vez maior!

Por isso digo que a educação física é fundamental e precisa ser valorizada!

Hoje, temos a nossa disposição milhões de tipos de tênis… para todos os tipos de pisadas… temos os “milagrosos”que deixam o corpo torneado sem dieta e sem exercício físico… temos até os que correm sozinhos… (brincadeira) e, o mais interessante… existem 1 milhão de estudos sobre tipos de tênis e pisadas… porém ninguém se volta para a BASE…

Quando alguém se machuca, o mais comum de se ouvir é “o tênis XYZ me quebrou” ou “o treinador XYZ pegou pesado… não aguentei”…

As pessoas sempre transferem a responsabilidade para frente…

O que quero dizer com isso???

Quero dizer que antes do tênis… Antes do treinador… Antes de qualquer coisa… Você já olhou para você??

Para a “construção”/ formação da sua BASE??

Para a sua pisada?? Para a sua biomecânica?? Para o peso?? Para a sua musculatura??

Com certeza, essas variáveis vêm muito antes dos terríveis vilões citados na reportagem…

2 respostas em “Para pensar….e para de culpar!

  1. muito bom, eu olho constantemente pra tudo isso MUITO IMPORTANTE mas aprendemos com a dor infelizmente………..
    Acho importante essa questão na infância…fundamental, meu filho anda muito descalça, faz atividades ludicas que trabalham tudo isso propriocepção, equilibrio etc

  2. Nossa, Paula!!!
    Obrigada por postar meu texto aqui!!!
    ;ˆ)
    Ótimo saber que fez sentido para você…
    Também demorei a aprender…
    Na verdade, é uma tendência natural do ser humano, né? Transferir a responsabilidade para terceiros… É mais cômodo… Mais fácil… Confortável… E… Infelizmente, costumamos aprender da pior forma possível… ERRANDO! rsrsrs…
    Mas… faz parte, né?
    Dia após dia… Degrau por degrau… Erro após erro…
    É assim que evoluimos, certo?
    O Ciro escreveu um texto para a revista digital Mundo Tri, última edição – dezembro – que vale a pena ler! O título já diz muito: “errando para acertar…”
    Está no blog dele também…

    Mais uma vez… Obrigada, viu?

    Bjocas,

    Aninha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s