Backyard Babie.

Ninguém me aguenta mais falando o quanto amo a USP, né? Na real nem eu mesma aguento.

Pra quem mora em SP ela não é nenhuma novidade e nem sei se é o lugar preferido da maioria dos atleltas (corredores, ciclistas e afins…) mas venho por meio deste explicar pras amigas o por que de tanto amor.

Vejo a USP como um lugar riquíssimo de opções de treino, lá vc tem subidas leves, subidas pesadas, curtas ou longas, tem terra, tem grama, o treino que  estiver afim de fazer vc encontra por lá.

Segundo as revistas, os treinadores e os próprios atletas existe a volta de 6, de 10 e 12. Sinceramente nunca consegui saber qual é qual então fiz minhas próprias voltas.

Moro à 1,5km da entradinha secreta que uso todo dia e tenho 3 rotas:

Essa é a rota da preguiça. Ela tem 7km da porta de casa até a porta de casa. Não tem a subida da Biologia (aka Rua do Matão) mas tem a do cavalo que é curta e não muito pesada.

Boa para a semana de TPM.

Essa é a rota da animação, faço nos dias que estou empolgada e disposta. As duas faixas azuis são as subidas, a do cavalo (leve e curta) e do Matão (mais longa e íngreme).

A faixa verdinha é uma descida deliciosa pra aliviar as perninhas e o coração. Essa volta tem 9,5km da porta de casa até a porta de casa.

Essa é minha volta preferida!!! A de Sábado. Ela tem 16km da porta à porta, tem as subidas, as descidas, as retas longas e as muitas pessoas queridas que encontro no sábado. Geralmente subo para a Bio Ritmo, o que soma mais 4km ida e volta e faz o longo ter 20km.

Fico a semana toda esperando pelo Sábado,o que explica as intermináveis recusas de convites para sair.

É o único dia que treino e já está de dia, no resto da semana saio de casa às 5am e ainda está escuro, exceto terça e quinta que tem mto ciclista, geralmente não vejo ninguém por lá.

A USP é o quintal da minha casa, na verdade não sou tão sangue nos olhos, a verdade é que não tenho muitas desculpas para matar um treino.

O que era para ser um grande sofrimento na verdade é um grande prazer, faço o que mais gosto num lugar delicioso (e silencioso) sem grande esforço de logística.

E você, tem um lugar pra chamar de SEU?

25 respostas em “Backyard Babie.

  1. Acredite ou não, a Avenida Paulista: vou e volto a avenida inteira entre semáforos, carros que não respeitam as faixas de pedestre e famílias/trabalhadores/whoever nas calçadas.

  2. Sou suspeita tb pra falar da USP, estudei lá e corro lá há muitos anos!!

    è um tesão, vc não cai no tédio e os longos principalmente passam rapidinho!! (pra maratona fazemos até 33k ou mais)
    Tem tb a voltinha de 5k da raia de remo (meu pai é remador e desde que uso fraldas frequento a raia da USP)
    Mas adorei saber que vc mora praticamente no meu caminho diário de volta do trabalho, além de trabalhar do lado da minha casa…………..rsrs não temos mais desculpas…qd?

  3. Adorei!!!! Eu sou sempre perdida, no Ibira ou na USP, e sempre me confundo com as rotas. Com esse mapa, ficou lindo! E adorei as ideias, de acordo com nosso humores que variam tanto né? 🙂 Beijo, sua linda ❤

  4. Eu moro no Rio tenho trreinado no aterro pq faço metade grama e metade areia fofa na Praia. Domingo passado fui fazer um longão de 30kms, larguei no quebra mar na barra e fui até a reserva de Grumari, percurso incrível com subidas e descidas e um visual lindo! No fim um mergulho no mar pra relaxar a muscultura.
    Paula quando vc vier ao rio faz esse treino, vc vai amar!

  5. Eu tenho o Riacho Grande. Você já foi lá! Eu amo de paixão aquele lugar. Dá pra correr, pedalar, nadar e ainda comer um peixinho e tomar uma brejinha no final do treino 🙂

  6. Paula, gosto muito de treinar no belvedere em BH, que também temos opções de subidas, planos, com voltas de 1, 2, 4, 5 e 6km. (acredito que tenha mais, mas não conheço). Além de ser onde tem muita gente boa treinando. Beijos

  7. Eu moro em Niterói, na praia da Boa Viagem. (Quase em frente ao museu do Niemeyer) É um lugar privilegiado para correr. Começo dali, corro a praia de Icaraí, sigo a orla por São Francisco, Charitas, Jurujuba..dependendo da Kilometragem do treino. As vezes corro na pista da UFF. Moro num lugar privilegiado. Não posso mesmo reclamar. Ainda por cima, nunca faz frio de verdade. Bjs!

  8. No Rio tem pra todos os gostos: asfalto, pista, areia, grama, subidas, descidas. Comecei com a Quinta da Boa Vista, que é pertinho do trabalho, já passei pela Barra/Recreio/Prainha, Leblon/Ipanema/Copa, Lagoa… e tem a tranquilidade da Urca, meu favorito de todos os tempos! E ainda tem gente que gosta de correr na esteira nessa cidade…

    • Corri muito na Urca, é pertinho da minha casa, o que me estressa lá são os pescadores que ocupam a calçada toda com a parafernalha pra pescar e as varas. Já bati boca com um, uma vez. rs Tirando isso o visu é lindo!

  9. Que incrível eu moro no conjunto de prédios em frente ao Extra e corro todos os sábados de manhã tb!
    Essa entradinha secreta que vc menciona é pela San Remo!? Beijão

    • Oi gatinha, a entrada é pela politécnica, na frente do último prédio daquele conjunto de 5 prédios enormes, sabe??
      beijosss vamos correr juntas!

  10. Paula:
    O local do treino depende muito da minha rotina de trabalho, mas o prediletos são:
    Parque Villa Lobos, bem cedo, durante a semana, 2,5km de casa, perfeito, vazio, pena que só posso ir nos dias que consigo negociar chegar mais tarde no trabalho.
    Parque Ibirapuera,à noite, durante a semana, ótimo lugar, com estrutura para água, banheiros, estacionamento com zona azul ou gratuito nas ruas próximas ao parque e muita gente treinando.
    USP aos sábados, o melhor de todos lugares, variações de percursos(6k,8k,10k,12k,etc…)
    subidas, bosque da física, e a sensação de estar sempre acompanhado de pessoas com algo em comum, a paixão pela corrida.

  11. Eu te admiro imensamente por acordar de madrugada para treinar. Já tentei várias vezes, e nunca consegui sair. Sou muito dorminhoca. Se não durmo 8 horas por noite, não sou nada! Ainda por cima, tenho medo de pegar a estrada que corro no escuro..de dia é lindo, mas a noite é uma estrada assustadora! Bjs!

  12. Moro na Ilha Grande, em Angra dos Reis, e aqui foi recentemente onde comecei a correr. Tem o percurso da Praia Preta para o dia a dia, onde faço várias idas e voltas (apesar dos meus treinos não serem tão longos assim), com uma pequena subida, e nos finais de semanas, o caminho da Praia de Dois Rios, que é um trecho de uns 14km – 7km subindo + 7km descendo. Sempre que faço esse caminho penso em você!!! Ainda não consigo subi-lo todo sem caminhar. Mas estou bem perto disso…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s