A vida e os elogios.

Não sou uma pessoa que sabe muito bem receber elogios, sempre que escuto um dou uma resposta no estilo “não é bem assim..”.

Não é insegurança e nem falta de auto-reconhecimento, é só um pouco de timidez.

Mas é impossível não ficar emocionada quando esses elogios vêm de gente que admiro e que sempre acreditou em mim:

Sem Título-3

O Vicent é um cara mais velho, “rodado” e que me deu os mais preciosos conselhos. Sempre que estou correndo na subida me lembro dele falando pra não olhar pro chão, pra olhar sempre pra frente.

Quando quero buscar alguém sempre lembro dele falando que devo olhar nas costas do cara e sempre que sinto vontade de fumar lembro dele falando que sou uma mulher forte.

Obrigada meu querido amigo, são pessoas como você que nos fazem pensar duas vezes antes de desistir!

4 respostas em “A vida e os elogios.

  1. Ah eu também não sou afeito a elogiar… sem o merecimento devido. Eu venho acompanhando sua evolução, não só como corredora, mas, principalmente como formadora de opinião, profissional competente … e tudo isso porque a corrida é nossa linguagem comum… Ontem no treino com amigos em homenagem ao Décio, vi quantas pessoas te reconhecem, quantas leitoras e leitores estão em seu encalço … aguardando o que vc tem pra dizer. E isso lhe tornará cada dia mais responsável pelo que terá a responder ou questionar. Estarei sempre que precisar pronto a colaborar contigo, seja na corrida seja nas trocas de informações e opiniões. Afinal… depois da Volta a Ilha de Florianópolis aonde nos últimos kms corremos lado a lado bem próximos do limite. Você fez a promessa de abandonar o cigarro… e assim o fez… para sorte de todos nós seguidores de CorrePaula…. Parabéns… e não pare…. NUNCA… e principalmente continue sendo a PAULA NARVAEZ… amiga, mãe, guerreira, profissional e principalmente…. GENTE BOA ! 🙂

  2. Isso tudo é verdade Paula! Todo dia agradeço muito por ter conhecido você! Confesso que fiquei hiper, mega emocionada quando te vi na corrida no Rio ano passado. Lembro que quase fiquei sem voz! Uma mistura de emoção e de medinho. Acabei gritando seu nome Paulaaaaaaaaaaaaa e vc olhou pra trás e voltou pra falar comigo! E conversou como se já havia me conhecido a tempos. Aceitou tirar um foto comigo ( que guardo como troféu)! Sem saber vc tem me ajudado muito com seu exemplo! Estou há um pouco mais de 2 meses sem fumar e vc tem culpa nisso rsrsrsrrs. Continue assim Paula, sincera, na sua! Bjo grande

  3. Paulinda,
    Uma vez vi um comentario de uma psicologa dizendo q o ser humano n sabe receber elogio.
    As vezes pq ficamos sem graça, as vezes pq achamos q nao merecemos ou talvez por nao soar verdadeiro.
    O q eu acho é q vc é uma grande pessoa, com suas ideias, sua força, o pouco q conheço de sua vida. Isso q deve ser valorizado. O q as pessoas tem de melhor. E o Vicent teve essa sensibilidade… defeitos todos temos.
    Muita coisa vc ensina e passa pras meninas… Algo simples como me ajudar a ir correr cedo (no escuro) na Usp…
    Bj e boa semana.
    Que Deus lhe abencoe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s