Meio mole, meio duro

Não é sobre isso que vocês estão pensando que vou falar hoje.

Vou falar sobre alternância dos tênis mais flats e duros com os mais altos e que possuem mais amortecimento. No mundo ideal, a gente faz tiro e fartlek (forte / fraco) com tênis mais baixinho, mais leve e segue feliz da vida, mas na prática não funciona assim com todo mundo, principalmente com quem corre tocando o chão primeiro com o calcanhar.

Independente de a lenda ser ou não, tentei corrigir as passadas para aprender a tocar primeiro com a parte da frente do pé. Fiz isso simplesmente pq sentia menos dores nas canelas e o dia seguinte não era tão sofrido, foi instintivo, me apadtei pra sentir menos dor.

flats

Esses são meus 3 flats preferidos:

The North face Hayasa;

Mizuno Musha 4;

Puma FAAS 350

Andei fazendo muitos treinos do asfalto com o Hayasa e talvez tenha sido essa a causa de as dores na canela estarem latentes de novo. Estava muito viciada nos tênis leves e baixos, mas hoje estoutentando alterná-los com os outros tipos.

E não li em nenhuma revista nem ouvi alguém dizer que fez, segui minha intuição e usei essa alternativa para amenizar as dores.

Dizem que os tênis mais altos “induzem” à correr com calcanhar, eu na real não sinto isso. Quando coloco sinto como se fosse um “afago” na corrida.

Em rodagens tenho procurado correr o máximo possível nas graminhas da USP e estou usando  Mizuno ProRunner 15, no começo do ano quando meu novo coach colocou na planilha 15k era bem sofrido o dia seguinte, agora estou usando essa técnica dos “afagos” no dia seguinte e estou me sentindo muito melhor.

Grama + tênis alto = dores controladas

alto

Meus preferidos mais altos:

Mizuno ProRunner

Asics Nimbus

Nike LunarGlide

Não sou especialista nem nada, aprendo mesmo é com meu corpo e suas reações.

Espero ajudá-las!

6 respostas em “Meio mole, meio duro

  1. Cara, qdo uso meu Free Run minha canela direita grita tanto que ja pensei em desistir de correr.
    Uso o Pégasus 28 e consigo correr e sentir qse zero de dor, estou precisa do trocar o tênis e estou com medo, comecei meus treinamentos para a Meia do Rio e tenho feito quase tudo de troca academia, para poupar minha canela.
    Nao estou mais agüentando e domingo devo rodar meus primeiros 15k.
    Vou de Pégasus e que Deus me ajude ahahahah
    Ah, ja tentei correr com o K-Swiss Tubes 100 e a impressão que tive foi de correr com dois tijolos amarrados aos pés.

    Só uso pra ir à academia mesmo.
    Bjos sua linda.

  2. Eu havia abandonado meu Free Run também, mas como voltei a treinar na esteira, voltei a usá-lo nesses treinos. Também tento correr pisando antes com a frente do pé, mas vou admitir aqui que sou descoordenada (rs) e nem sempre dá certo. Para correr no asfalto aos finais de semana, não abro mão do Lunarglide, até hoje foi o tênis que melhor me adaptei. Com esse esquema, só tenho sentido dores de esforço mesmo, nada demais. 😉

  3. Acho que um monte de gente entrou nessa dos minimalistas sem saber porque nem pra que. Eu pesei os prós e os contras e achei melhor ficar no intermediário, leve com amortecimento e tô apaixonada pelo meu asics hyper speed..amando mesmo. Andei lendo que para quem não quer entrar na onda de correr descalço a vantagem de usar tênis baixo é de reforçar a musculatura do pé e da parte de baixo da perna. Nesse caso eu os usaria para um treino curto, nunca longão, nem rodagem de mais de 5k…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s