Lugar de iniciante.

É aqui!

Se engana quem acha que quando comecei a correr já sentia os baratos da endorfina ou que treinava uma hora direto sem andar…meu começo foi duro e longo, amigas!

Vou contar a história sem cortes ok?

Nunca tive problema de peso mas engordei 29kg na gravidez (fui dos 52 aos 81kg) por causa de  um descolamento de placenta e por isso tb não pude mais fazer atividade física (não q fizesse muitas antes da barriga, mas fazia musculação e dava umas andadas).

Segundo os médicos esse problema pode tr sido causado pelo cigarro. Oi? Sim, fumei durante toda a gravidez mesmo sabendo desse problema e já tornando esse post um desabafo: sim, me arrependo amargamente de não ter sido adulta o suficiente pra entender e cuidar do amor que carregava na barriga.

Enfim,  então além de não poder fazer atividades, ser mto nova e ansiosa acabei virando uma devoradora de TUDO, comia tudo que queria e o resultado:

gravi

Depois que Malu  nasceu (Jul/05) foi bem rápido ficar magra…magra numas né pois era uma pessoa zerada de músculos. Não satisfetita com a bunda,  barriga e os peitinhos caídos (isso não teve jeito!) enfezei e voltei a malhar (Nov/05).  Fazia caminhadas na esteira,  aulas de Spinning,  musculação e lembro que adorava aula de localizada e Body Pump.

Não sei se foi por causa das atividades mas um mês depois meu leite secou e deixei de amamentar.  O corpo estava mudando pra melhor e pra ser sincera eu detestava amamentar, meus peitos sangravam e eu era mto nova pra entender a grandiosidade da amamentação, lembro que nem fiquei chateada.

Várias coisas com as quais não me orgulho fazem parte desta época, mas entendo que foi necessário passar por elas para ter a consciência que tenho hoje e ter aprendido dentre outras coisas sobre como é incrível ser mãe e como é muito melhor levar uma vida consciente e com saúde.

Voltando,  depois de alguns meses já tinha mais condicionamento e as caminhadas vinham intercaladas com corrida: então corria um minuto e andava outro e logo já conseguia correr meia hora seguida com velocidade 10 na esteira.

Claro que fazia por obrigação e para ficar magra, não sentia prazer algum em estar ali suando e ” perdendo tempo”, além disso já tinha voltado a trabalhar, estudar e a aprontar as minhas na companhia do pai da Malu

Sem Título-1

A gente saía , fumava, bebia, aprontava todas e confesso que me diverti DEMAAAAAAAAIS!

Mesmo na vidaloka já tinha uma certa disciplina, não descuidava da rotina da musculação e correr já fazia parte das ” obrigações” diárias com uma hora por dia.

Em meados de 2008 entrei na BioRitmo e comecei a fazer 3 vezes na semana aulas de BioRunning com o  querido Anselmo, talvez ele não saiba mas foi o grande responsável pelo nascimento do meu amor pela corrida e esse foi o Point of no return.

Aalguns meses depois entrei na O2 e em Março/09 decidi correr a primeira prova de rua. O pessoal da redação fez um bolão e fui obrigada a entrar…e obrigada a ganhar a aposta!

Tenho até post do blog antigo: http://pleasureisallmine.wordpress.com/2009/03/29/runbaby/

1239677583217_f

Essa é minha primeira foto de corrida, desde sempre saindo prejudicada na fita, mas essa parte a gente pula.

Acho que nessa primeira linha de chegada acordou algum monstrinho dentro de mim e nunca mais consegui deixar de correr.

Treinei sem juízo por muito tempo, não respeitei descansos, me machuquei, fiquei de molho….percorri um longo caminho até aprender a correr com um mínimo de responsabilidade como faço hoje. Nesse mesmo ano fiz minhas primeiras 10 milhas da Mizuno, depois Vênus, Circuito Lótus…corria tudo que me convidavam e meio sem querer ia bem.

Em Julho/10 após 3 meses parada por causa de uma fratura por stress, corri a primeira meia maratona (Rio), em Outubro os 600k da Nike.

Em 2011 corri a meia de Paris,  Golden 4 no Rio e em SP e algumas provinhas no meio. Em 2012 Golden 4, meia do Rio, Vênus e nem sei mais, foram tantas, acho que no total umas 6 ou 7 meias, outra coisa q aprendi foi a importãncia de se respeitar a tal da evolução e não querer abraçar o mundo em 6 meses.

Nunca corri uma maratona mas corri uma ultra: os 50k da Green Race.

A razão pela qual compartilho com prazer e sem cortes minha rotina, treinos e conquistas  é por saber como é difícil perseverar sem incentivo.

Passei por isso, não tinha ng me incentivando, não tinha treinador,  minhas amigas estavam me perdendo pra corrida e não achavam mto legal e como nunca me encaixei no padrão coxinha da maioria dos corredores que me cercavam, acabava sempre fazendo tudo sozinha. Talvez por isso hoje em dia não me importe mto em fazer meus treinos quase sempre só, sem música, de madrugada no silêncio…

Acho que sempre há o que aprender e por isso estou sempre buscando e doando.

Não subestimo nem nunca subestimei ng pq vivi isso, pra mim não tem essa de corre bem, corre mal.  Eu era bem loucona, fumava (adorava depois do treino c pulmão aberto) e treinava puramente por instinto sem nenhum acompanhamento, ng nunca acreditou q eu poderia virar o jogo e levar à sério esse lifestyle de corrida.

Essa é minha história, amigas.

Nem melhor, nem pior, tenho lá umas particularidades e acho que cada um tem as suas por isso não julgo ng!

Como diz a querida Palmirinha:  “espero que vocês tenham gostado amiguinhas!!”

ALOKA.

39 respostas em “Lugar de iniciante.

  1. Temos nossos ‘momentos’ certos ou não, mas cá entre nós, o tempo te fez muuuuito bem.
    Linda e incentivadora.
    Sou sua fã e não me canso de falar. Vc me inspira todos os dias! ❤ =)

  2. Paula do céu!Que desapego!Maravilha compartilhar!Que exemplo, que MULHER melhor você se tornou!Que tudo!E hoje você é um colosso!Corre demais,treina pra valer!Sensacional…cada dia mais fã!Torcerei sempre pra ti!e acompanharei colada por aqui!Parabéns de coração.
    Beeeijo viu!eu gostei muito…

  3. Vc é maravilhosa Mulher…. Vc tem minha admiração e desde o primeiro dia que visitei este Blog…. O caminho da Vida é este, a gente mudar pra melhor, e vc mudou pra muito melhor, e inspira muitas pessoas, e eu mesmo sou uma dessas, não me canso de correr e ficar pensando em vc, na sua velocidade, na sua rotina de vida e treinos…..

    Parabéns por tudo que vc conkista e por incentivar e inspirar muitas pessoas, muito mais do que vc imagina…

  4. Tenho 37 anos, e um filho maravilhoso de 9 anos. Comecei a correr em Dez/2012 e já completei alguns circuitos de 5km. Mas pra mim ainda é início, não sinto os 5km leve, mesmo assim procuro correr todos os dias.
    Adoro sua história, suas conquistas, suas publicações no face etc… Servem de incentivo pra mim. Espero conseguir até o fim do ano correr 10km bem. Meus parabéns por suas conquistas, e desejo que tenhas muito sucesso em todo seu percurso.
    Beijos,
    Vanessa.

  5. Oi Paula, como você mesma sugeriu, sua história não é diferente de tantas outras, mas ela tem uma coisa que não é sempre que rola: final feliz!
    Parabéns!

  6. Paula, como é engraçado isso do começar a gostar de fazer atividade física. Eu nunca, nunca gostei dessa praia. Aliás, gostei sim, até os 13/14. Depois, nada me agradava. Caminhava sem compromisso, pagava academia e não ia, me matriculei em pilates, ioga e natação. Tudo durava apenas algumas semanas.
    Mas aos 36 comecei a correr.
    Intercalava 200 metros correndo, 200 andando.
    Quando fiz meus primeiros 5k ininterruptos num treino, entrei no carro e a Kate Perry começou seu “Firework” veio a constatação: tava complemente louca por aquilo!
    E já se passou um ano.
    E hoje tenho festa das amigas, mas só vou depois do treino. Porque, a meia da disney me espera. Mais: o ar gelado na cara, o suor caindo, as pernas doendo, os calos. E ela: a endorfina!
    Então, let’s GOL!
    Beijo, querida, mais um post histórico!

  7. Olha na minha concepção você nunca foi gorda não viu, mesmo qd ganhou 29kg. Sempre linda, vai linda!!
    Me identifiquei bastante com o correr sozinha. Como você já sabe tb comecei sozinha e sem apoio nenhum. Muito pelo contrário tinha gente que me desestimulava. Aprendi que correr sozinha tem lá suas vantagens sim. Primeiro não corre o risco de qd uma pessoa desisti de ir ao treino vc tb desistir. Vc nunca vai depender de ninguém. A outra é o momento em que vc tem p ficar sozinha consigo mesmo e pensar na vida, nos projetos. Claro que tb curto um treininho aqui e dali acompanhado….claro. Principalmente os longões.

    Mas que vc superou, ahhhhh isso não temos dúvidas. Da Paula ALOKA a Paula saudável, naturaaa!!
    Grande abraço Paula e parabéns pela superação.

  8. Tenho 43 anos um filho de 12….eu e minha irmã Patricia começamos a correr no ao passado…hj temos planilha que seguimos e acompanho sua jornada pq vale a pena…vc é igual a nós…..ainda estamos no começo, corremos 6 km as vezes com algumas dificuldades e algumas pessoas contra…mas não desistimos!!!Parabéns!!!

  9. Concordo com a Dart. Não te achei gorda mesmo nas fotos da gravidez. Mas o barrigão parecia o meu com gêmeos! Rsssss. O que admiro mesmo foi a mudança de “lifestyle”. Pra quem gosta da noite, de balada, deve ser MUITO difícil mudar tudo, começar a dormir cedo par correr cedo. E o cigarro então nem se fala. Tenho a sorte de nunca ter fumado, mas sei que é um dos vícios mais difíceis do mundo de de livrar. O tempo faz bem a gente. Aprendemos, amadurecemos, e principalmente, quando temos filhos, percebemos que é importante se cuidar melhor, pra poder cuidar deles. Amei! Bjs!

  10. Tambem sou daquelas que corre no sábado de manha e noite vou beber uns drinks com o marido, já fumei e parei também. Adorei a história! Ainda mais no meu atual momento, quinta dia 2 as 9hs meu Davi vem ao mundo, e minha vida muda completamente!

  11. Parabéns, Paula. Tb tive uma vida muuuuito louca quando era mais nova, mas não me arrependo de nada, não. Acho que o que somos hj é resultado de todas as nossas experiências e loucuras. Isso certamente nos faz mais forte e ainda mais determinadas 🙂

  12. Me vi um pouquinho em vc!! Já corri uma prova de 5K antes de ter fumado 3 cigarros em seguida (tipo 10min. antes da prova) rssss Já bebi mto no dia anterior da corrida. E me dei mal óbvio…!!!
    Enfim, a gente é tudo gente como a gente!! Isso é que faz o nosso lado especial e a corrida mais especial ainda!! =D
    Bjs

  13. Ei Paula, veja que até o tempo tem o seu lado positivo. Perceba o qto vc amadureceu e hj é capaz de reconhecer seus erros, compartilhá-los e saber que deu a volta por cima e… está ótima!
    Acho que só te falta(se é que faz parte dos seus planos) engravidar de novo, pq assim terá a oportunidade de curtir a gravidez c/ uma cabeça totalmente diferente.
    Verá inclusive, que amamentar depende do nosso estado emocional e é algo maravilhoso, indescritível. Tenho filhos gêmeos e fiz questão do parto normal e de amamentá-los.
    Parabéns por toda a sua trajetória!

  14. “meu começo foi duro e longo, amigas!”
    Está na hora de mudar este início (amigas). Acompanho seus posts. Mas correr de madrugada, sozinho é bom. As vezes plaft!

  15. Oi Paula, acompanha seu blog a pouco tempo e gosto muito… adorei ver a sua história e me inspirar aina mais, mas sempre fico curiosa pra saber sua rotina de treinos, poderia contar um pouco pra nós em outro posto???? obrigada…

    • Oi Priscilla, Obrigada e seja sempre bem vinda!
      Sobre os treinos não costumo compartilha-los pq treinos são muito de cada pessoa, o meu pode ser ruim pra vc e vice-versa. Por isso sempre aconselho a procurar um treinador! Nem q seja so pra ele te passar uma planilha a cada mez ou a cada 2 meses…
      Beijos!!

  16. Paula, adorei sua história! Muito engraçado o jeito que você escreve e adoro sua sinceridade. Na minha primeira meia maratona eu havia ido em um casamento no dia anterior e bebido todasssssssss! Meu namorado qria me matar, falava que eu nao ia conseguir.. mas fui, não sofri e amei! ahahahahahahahah Beijos!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s