Resgatar é preciso

Sabe quando a vida tá tão doida, que quando você para pra prestar atenção percebe que abandonou várias coisas que te faziam feliz?

Amigas, (quase) nunca é tarde pra resgatar…e resgatar o que faz a gente feliz é PRECISO.

Tive um final de semana incrível na companhia da minha filha, da migu do coração Fê Almeida (aka Onitsuka Tiger), da nova amiga do coração Juliana Leandra e dos lindos , loucos e tatuados da corrida.

Foram dois dias incríveis: treinamos mais do que deveríamos, comemos melhor do que esperávamos, rimos muito mais do que planejávamos e me lembrei de como esses momentos leves e easy energizam a gente!

rivi

Minha amiga Fê é a linda e loka da Yoga, e além de ter dado aula pra Malu na praia, ela conseguiu me convencer a comecar a praticar:

hoje faço minha primeira aula no Yoga Flow (thanks Madu Cabral <3) e depois conto TUUUUDO pra vcs!

Amo tanto que quando a Fê  pede massagem no pé sempre acabo fazendo!

rivi2

O Paulis é outro lindo e louco, só que da corrida.

Me convenceu a fazer 2 treinos no Sábado, session de abdominais Domingo e MUITA paquitagem nos intervalos!

rivi3

E os gatos tatuados  – @lucas__bernardini @paulo_chaves13@chaveslagarto @ledornellas –  chegaram no Domingo nos intimando pra um treino na Serra de Maresias…

O mais legal foi que sem a menor pretensão, no final das contas subi a Serra INTEIRA sem andar, e não posso negar que senti uma pontinha de orgulho.

Levando em conta que tomei um pequeno porre de champa na festa da firma Sexta e quase desisti da viagem Sábado o saldo foi mais do que positivo: fim de semana super saudável e colorido!

Que tal pensar sobre resgatar algo que te faz falta?

🙂

8 respostas em “Resgatar é preciso

  1. Eu venho pensando muito sobre isso. Depois que meus filhos nasceram comecei a abrir mao de muitas coisas, (o que e normal), mas tem alguma de que sinto particularmente falta.
    Treino com uma assessoria mas raramente vou nas provas, pois mal vejo as criancas durante a semana. Quando eram pequeneninhos, nao me cobravam. Quando completaram 7, veio a cobranca: “Puxa, ja treina a semana toda e vai deixar a gente aqui no domingo de manha pra correr”? Queremos ir pra praia/parque/clube.
    Viajar pra correr foi so uma vez, Bertioga/Maresias. Eles ficaram com a minha mae, e meu marido foi comigo.
    Alias, falando de marido, pode me perguntar porque ele nao vai junto pra olhar as criancas enquanto eu corro.
    Simplesmente porque ele, que foi atleta a vida toda, Inclusive jogou Handball profissional em Portugal, a 4 anos parou com TUDO. Nunca gostou de correr, mas hoje nao faz nada. E nao esta a fim de acordar cedo para ir as provas comigo. Foi um sacrificio convence-lo a ir correr a Meia do Rio nos 5 ultimos kms comigo, a 2 anos.
    Quando casamos ele era como eu, mas as pessoas mudam, nao? Agora, dorme 4 da manha no FDS e acorda as 12.
    Complicado. Enfim, acabei desabafando aqui, mas nao esta facil fazer o que gosto, ja que ele nao vai comigo, pois nao quero ficar sem as criancas. Alguma sujestao? Bjs.

  2. Pingback: Corrida e Yoga. | Go Hard or Go Home

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s